X

Membrana de colágeno

A disposição específicas das fibras através de um processo de produção exclusivo torna membrana resistente à tração, torção e atração. A membrana tem um lado liso e outro lado tem um fibrilar áspero, o que lhe permite ser fixado com cola de fibrina (e pontos se necessário).
As propriedades adesivas da membrana aumentam com o contato com o sangue. A membrana de colágeno é obtida a partir da membrana do tendão
de Aquiles equino (uma das fontes mais puras de colágeno do tipo I). Este animal também está livre de risco de B.S.E.
As características químicas e estruturais desta substância são glicoproteína capaz de interagir com os receptores de trombócitos e fibroblastos,
para permitir ao fator VIII e XII, e para formar as estruturas básicas do tecido conetivo.
A interação entre o colágeno com as plaquetas é importante para a coagulação do sangue, porque a ligação com
as integrinas de plaquetas determina o de granulação das plaquetas e a libertação de fatores que permitem a cascata de coagulação com a formação da rede de fibrina.
A rede de fibrina tem elementos das partículas que formam a coagulação, que, posteriormente, iniciam o trabalho para os fatores quimiotáticos que induzem a migração de fibroblastos.
MeRG realiza uma ação um "efeito cortina" com células mesenquimais, impedindo a sua dispersão na cavidade articular.
MeRG é formado por fibras colágenas expostas em uma rede que incentiva a adesão de superfície celular. A estrutura tridimensional de MeRG facilita a reparação histológica.
Biópsias em testes em animais mostraram que, durante o processo de reparo histológico, os fibroblastos agarram-se às fibrilas de colágeno, proliferam e orientam para remodelar o tecido danificado.
Desta forma, o colágeno estimula reparação dos tecidos.
Disponíveis:  BCG-MeRG (Biocollagen) Membrana de colagéno 30 x 30 x 0.2 mm

IMPORTADO - BIOTECK

Deseja solicitar um orçamento?

    Agendar Cirurgia